Buscar

Jair Oliveira brilha no final e garante a primeira vitória na NBRAV Nascar Series.


#17 Jair Oliveira | Vencedor da prova em Chicagoland Speedway

A Nascar é sem sobra de dúvidas uma categoria diferente dentro do cenário do automobilismo. Com suas particularidades e pensada para o espetáculo, carrega multidões aos autódromos espalhados pelos Estados Unidos. Na união da tradição e da velocidade, dividir curvas a 300km/h a centímetros dos muro, é algo natural vivido por esses pilotos que aceleram nos traçados ovais. Para alguns, ainda desinformados, é fácil só virar para a esquerda. Para outros que topam o desafio, já entenderam que a história está longe de ser tão simples, e a cada volta, a cada atitude tomada na pista, o sorriso pode ser tomado pelo choro e vice-versa. A Nascar é isso, um verdadeiro turbilhão de emoções onde cada piloto, literalmente, depende do adversário para que sua corrida funcione. Estranho não é? Mas é nesse clima, e nesse belo grupo que se montou dentro do NASCARBR AV Clube, que tivemos a primeira etapa da temporada disputada no Chicagoland Speedway no dia 25/05. Acompanhe um pouco do que aconteceu nas linhas a seguir!

- Equilíbrio na Sessão Classificatória

Tiago Carvalho #11 - Gryphus Motorsports | Pole-position em Chicagoland


Foram ao todo 19 participantes dos 20 pré-inscritos na categoria. Um ótimo índice de presença para a primeira corrida que teve como pole-position o piloto Tiago Carvalho #11 da Gryphus Motorsports. Thiago que girou as 2 milhas de extensão do circuito com o tempo de 28.080, teve ao seu lado na primeira fila Regis Brites #18 que anotou 28.103. Na sequência vieram Artur Vieira #14 com 28.140, Frank Vasconcelos #7 com 28.207 e Rômulo Silveira #15 também da Gryphus que fechou o top five com 28.248. Destaque para o equilíbrio da já que os 14 pilotos que marcaram volta durante a sessão classificatória, ficaram a menos de sete décimos do tempo do líder, novamente, demonstrando com a disputa neste tipo de competição é totalmente diferenciada.

Bandeira Verde!!!

Grid de largada para a 1ª Etapa da temporada

Com 115 voltas programadas para a disputa, logo de cara desfrutamos de um Long Run de 76, mostrando o quão diferenciados são os pilotos do grid. Foram quase 70% de prova disputada para que houvesse a primeira bandeira amarela no evento, que foi praticamente convocada pelo narrador Bruno Mali, que de forma antagônica “torcia” por um acidente em pista. Pois bem, eis que em uma situação estranha de posicionamento envolvendo Sandro Kelmer #22 e Rômulo Silveira #15, acabou com o piloto da Gryphus estampando o muro, causando a primeira entrada do Safety Car em Chicagoland. Com a primeira parada realizada em bandeira amarela, todo o pelotão foi aos boxes para o reajuste das estratégias.

#15 Rômulo Silveira & #22 Sandro Kelmer na primeira bandeira amarela da prova


Artur Viera na volta 82 foi o responsável por puxar o pelotão na relargada. Naquela altura muitos já haviam passado pela ponta da prova, aliás, 9 dos 19 chegaram a ocupar a liderança em algum momento da corrida. Destaques para Tiago Carvalho com 37 voltas, Taris Henrique #78 que liderou 23 voltas antes de abandonar por conexão na volta 83, o próprio Artur que ficou na ponta pelo total de 15 voltas e Régis Brites, líder logo no começo da prova por 11 voltas seguidas. Jair Oliveira que começava a por seu plano em ação baseado na economia dos pneus ainda não havia liderado té aquele momento, porém, isso começaria a mudar. Bandeira amarela chama bandeira amarela. O ditado é real e na sequência tivemos outros enroscos que provocaram outras três entradas do carro de segurança. Mas ironicamente, talvez o mais importante deles não provocou a bandeira amarela em todo o circuito. Este aconteceu na volta 99, quando S. Kelmer e A. Viera tentaram ocupar o mesmo espaço, algo que a lei da física não permite. Os dois foram parar na grama, seguraram as máquinas e conseguiram ainda seguir na disputa. Neste momento dava o bote Jair Oliveira para tomar a ponta e mostrar que economia de pneus como estratégia é sempre um excelente caminho. O piloto do carro 17 desfilou velocidade e nem mesmo o reagrupamento do pelotão por mais vez, e Frank Vasconcelos que tentou estragar o plano vencedor de Jair, foram páreos para a ira e domínio final de Jair que recebeu a bandeira quadriculada e comemorou a merecida vitória com Frank Vasconcelos na 2ª posição.

Jair Oliveira #17 seguido por Frank Vasconcelos #7 na bandeirada final da corrida

Se as duas primeiras posições já estavam definidas, a briga era pela última vaga do pódio. E foi um verdadeiro show de disputa envolvendo 6 carros que foram trocando de posições até a bandeirada final. Sandro Kelmer #22 conseguiu superar os adversários para garantir o 3º posto. Tiago Carvalho veio na sequência na 4ª posição com José Carvalho #99 da Sinister Race Team fechando os cinco primeiros da etapa. Confira o resultado completo aqui:


Pack com 6 carros na briga pela última vaga do pódio que ficou com S. Kelmer #22


- VT 1ª Etapa: Chicagoland



Próxima etapa acontece no dia 08/06 no mítico Indianapolis Motor Speedway, onde pilotos e máquinas enfrentarão mais 70 voltas de puro desafio e velocidade. Para acompanhar a mais esta batalha pelo campeonato basta colar na transmissão Ao Vivo e exclusiva da XtremeTV. Um circuito diferenciado com seu formato único, será definitivamente um grande desafio à todos os participantes. Até lá!



113 visualizações
RC.png

RACERCLUBE @ 2020