RC.png

RACERCLUBE @ 2020

Buscar

Ricardo Macieski 2 x 2 Diego Cargnin. Rivalidade toma conta da GT Cup.



Se existe uma rivalidade eminente dentro do nosso clube, esta está composta por Ricardo Macieski (No2B e-Sports) e Diego Cargnin (RDR PROGT). Se engana quem pensa que esta rivalidade gera uma negatividade na relação dos dois pilotos, não é o caso, mas sim uma competitividade fortíssima no que diz respeito aos campeonatos realizados no simulador Assetto Corsa. E em um destes em especial, a GT Cup, eles vão se destacando cada um ao seu modo. R. Macieski vem levando a melhor nas primeiras corridas, enquanto que D. Cargnin consegue ser “o cara” quando o assunto é se livrar do pelotão nas segundas baterias da noite. Na última etapa disputada em Barcelona os espanhóis puderam acompanhar o que os franceses já sabiam: vai ser difícil tirar deles a chance da disputa pelo título. Confira: Bateria 1 Largando da pole mais uma vez, R. Macieski conseguiu imprimir um ritmo muito forte desde o princípio, e viu pelo retrovisor, D. Cargnin ser ultrapassando ainda na curva 1 por Renato Araújo da Sapphire Square Tyres que acabou queimando a largada e teve quer cumprir um drive-through, que o fez se despedir da possibilidade de pódio. Ainda na primeira volta, novamente, alguns acidentes foram registrados com destaque para a pancada na entrada da reta principal entre André Santos (Dark Square Tyres) e Davi Brito (Sim Force Sim Racing) que tentava retornar a pista depois de errar sozinho na última curva do traçado. Na “meiuca” muitas disputas aconteciam, e como já é característico da categoria, belas ultrapassagens também. Lá na frente quem assumia a 3ª era Rodrigo Novais (AV Racing) que por lá se manteve até a bandeira quadriculada. Vitória de R. Macieski com D. Cargnin cruzando na segunda posição. Pedro Giavoni (Dark Square Tyres) ficou em 4º, Ricardo Prediger (Team Schnell) em 5º e Jozimar Matias (W3 Race) em 6º, completado o top six da noite. Bateria 2 Com a inversão dos 8 primeiros colocados sempre esperamos uma corrida mais agitada (e acidentada) na corrida 2. Marcos Vieira que fechou a primeira prova em 8º, largou na liderança do pelotão. Mas como a noite não parecia ser da Sapphire Square Tyres, o piloto acabou perdendo o controle do seu Porsche na subida do último setor, e além da sua corrida, prejudicou também a de Erico Stefani (AV Racing) que perdeu a chance de tomar a liderança naquele instante. R. Novais assumiu a ponta da prova e ficou lá até que D. Cargnin que vinha subindo posição a posição o ultrapassou na volta 5, assumindo a liderança da corrida que levou até o final. Mais atrás R. Macieski ia vivendo seu "inferno astral". Em um contato com R. Prediger foi parar fora da pista e despencou no pelotão. Mesmo com os problemas conseguiu finalizar na 6ª posição, depois de uma corrida de altos e baixos que em suas palavras foi bem “divertida”. Quem completou o pódio da 2ª bateria foi foi Willian Cirera (Purple Square Tyres) que fez ótima prova de recuperação e terminou em 3º depois de largar apenas na 9ª posição. Com os resultados oficiais liberados, a liderança é pertence a D. Cargnin que soma 73 pontos, três a mais dos 70 que pertencem a R. Macieski. R. Novais surge coma terceira força na competição com 65 pontos enquanto que W. Cirera aparece na 4ª com 62. Tudo muito apertado e indefinido, mas cada vez mais indícios apontam para uma disputa firme e forte pelo top 3 da competição. As próximas batalhas já estão marcadas para o traçado virtual de Silverstone no dia 31/05 às 21h:45m pelo horário de Brasília com cobertura completa da XtremeTV. O mítico traçado inglês recebe as etapas que marcam a metade da temporada, e você não pode perder a sequência desta história. Será que pinta um novo vencedor na categoria? Só a Rainha poderá nos responder. Até lá!

Racer Clube, o seu Clube do Automobilismo Virtual.



0 visualização