Buscar

Pedro Moura e Leonardo Imolesi vencem em domínio da HM Engineering na estreia da Open Series

Atualizado: Jun 4



A sequência da Open Series contou com o maior grid da temporada. Fruto de uma excelente parceria com a GriBR e da continuidade do projeto no simulador rFactor 2, utilizando os Tatuus FT-60 como base da disputa. Foram ao todo 32 pilotos inscritos atingindo o limite máximo possível para a categoria. Destes 32, 29 conseguiram alinhar no circuito virtual de Silverstone para a rodada inaugural da temporada. Grandes pilotos que já estavam e outros que chegaram, juntos a grandes equipes nacionais e internacionais, formaram aquele que é sem dúvida um dos melhores grids do automobilismo virtual brasileiro. E uma mostra do que vem pela temporada foi dado logo na estreia da categoria que contou com muitas disputas, acidentes espetaculares e batalhas incessantes para conquistar um lugar de destaque em meio à multidão de carros. Alguns nomes se destacaram e deles falaremos um pouco mais nos parágrafos a seguir:.



- Quase 20 carros no mesmo segundo:



Com já era de se esperar a disputa pela vitória se iniciou logo na sessão classificatória. Com o setup travado e cerca de 30 dias de treinos, os pilotos chegaram afiadíssimos para a busca da pole-position. E como o equilíbrio era gigantesco, nada mais nada menos do que 19 pilotos cravaram voltas no mesmo segundo do pole-position, Leonardo Lopes da Gryphus Motorposrts, que com o tempo de 50.501 foi o mais rápido e assegurou a posição honrosa da primeira etapa. Willian Beem da DRONE E-Racing girou em 50.753 e garantiu a 2ª posição, tendo Pedro Moura da HM Engineering em 3º com 50.810, Alexandre Paumgartten da BlackBirds Racing em 4º com 50.831 e João Gabriel da HM Engineering, fechando o top five da classificação com o tempo de 50.842. O atual campeão da categoria Thiago Barbosa (Sinister Race Team) não conseguiu acertar uma boa volta e largou na 24ª posição, enquanto que o vice-campeão da temporada passada Eduardo Sá (DRONE E-Racing), cravou a 6ª marca largando da 3ª fila.


#47 Leonardo Lopes - Gryphus Motorsports | Pole-Position em Silverstone

O pole-position Leonardo Lopes que sofria com problemas de conexão com o servidor não conseguiu alinhar seu carro de nº 47, ficando de fora da primeira corrida. Lopes ainda tentaria retornar na 2ª prova, porém, sem sucesso. Prejuízo gigantesco para um dos favoritos ao título. O peruano Diego Beraun também foi outro que teve problemas ainda na virada de sessão, deixando o grid com menos um na largada da temporada. Entretanto, Diego teve mais sorte conseguiu retornar para a corrida 2, conquistando um excelente 7º lugar largando apenas da 26ª posição, se tornando o “Top-climber” do evento. Mais cedo outros pilotos também tiveram muitas dificuldades para disputar a corrida, destaques para Rangel Reale e Eduardo Antonini que não conseguiram participar, porém, compreenderam a situação e apoiaram a decisão da Direção de Provas pela continuidade da disputa.

- Corrida 1: O Começo do show!


#20 Pedro Moura - HM Engineering | Vencedor da 1ª Bateria

Longe de todos os problemas Willian Beem puxou o pelotão de 27 carros pelos primeiros giros do circuito inglês. O piloto que havia “herdado” a primeira posição da disputa por ali se manteve durante boa parte da corrida, sempre seguido de perto por Pedro Moura que não dava um descanso ao líder do pelotão. Mais atrás, alguns pilotos iam escalando o pelotão em corridas de recuperação. Destaque para Jose Schaeffer da OGP Racing que de 18º “pulou” para finalizar na 7ª posição. No sentido contrário, outros iam “caindo” pelas tabelas. Caso de A. Paumgartten que depois de se envolver em um incidente com Gean Celso (Sinister Race Team) terminou apenas na 16ª colocação da prova. Gean por sua vez, em uma excelente reestreia aqui no Clube conseguiu se recuperar para finalizar em 5º na primeira bateria. Lá na frente as disputas pela vitória e pelo pódio iam tomando ares dramáticos. Enquanto E. Sá pressionava e ultrapassava J. Gabriel na briga pela 3ª posição da corrida, P. Moura buscava em todas as curvas um caminho que pudesse o levar a liderança da corrida. E eis que na volta 11, em uma belíssima manobra por fora na curva 3, o piloto da HM Engineering assumiu a ponta e não largou mais até a bandeira quadriculada, conquistando a primeira vitória da temporada.


- Corrida 2: Tá tudo dominado!

#29 Leonardo Imolesi - HM Engineering | Vencedor da 2ª Bateria e líder da Open


Com a inversão do grid nas 10 primeiras posições, o anúncio do salseiro estava feito. Luciano Santos (Gryphus Motorsports) foi quem desta vez puxou o pelotão para a largada da segunda, e última corrida da noite. Luciano não se deu bem e logo no começo “achou” o Gean Celso (de novo ele?) na frenagem da curva 4. O acidente também envolveu E. Sá que deu adeus para qualquer chance de vitória. Na sequência o maior acidente da noite. A partir de alguns contatos com o piloto Leo Nogueira, vários outros pilotos foram envolvidos em uma verdadeira salada. Leonardo Íscaro (Racers4Fun), E. Sá (mais uma vez) e Stéfano Cecin (OGP Racing) foram os mais prejudicados, e outros conseguiram escapar com “danos leves”. Dentre mortos e feridos surgia Leonardo Imolesi (HM Engineering) que vinha de uma boa 6ª posição na corrida 1, tinha a sua frente Leonardo Sampaio (LM Racing) e o líder Jeferson Richart (Racers4Fun). Leonardo Sampaio bem que tentou, mas foi ultrapassado já na volta 7. Jeferson por sua vez se segurou um pouco mais, mas na volta 15 em uma manobra muito parecida com a praticada em cima de Sampaio (por fora na curva 4), Leonardo Imolesi assumiu a ponta da prova e assegurou mais uma vitória da HM Engineering na noite, marcando pontos suficientes para assumir a liderança da categoria.



- VT 1ª Etapa: Silverstone



A sequência da temporada se dará no circuito de Oulton Park, onde novamente pilotos e máquinas se reunirão para disputar mais 2 baterias de tirar o fôlego, com transmissão Ao Vivo e exclusiva da XtremeTV. Expectativa de grid cheio novamente em um circuito à moda antiga, cheio de bumps, com pouquíssimas áreas de escape e convidativo para o desespero. Será novamente um domínio da HM Engineering ou as demais equipes irão reagir? De qualquer forma quem ganha é você que pode acompanhar a sequência desta história junto conosco. Não perca!



150 visualizações
RC.png

RACERCLUBE @ 2020